A 35ª EDIÇÃO DA EXPOFLORA E UM TANTO DE DECEPÇÃO

Poucas coisas aconteceram do lado de c√° desde a √ļltima vez em que eu apareci por aqui.¬†Tenho¬†v√°rios rascunhos iniciados, e nenhum √Ęnimo para finaliz√°-los. Alguns eu deixo pra l√° porque¬†o tempo j√° passou, mas eu fico t√£o indignada barra revoltada quando lembro do que aconteceu naquele s√°bado 17/09, que n√£o tinha como deixar de publicar esse post.

Estive em¬†Holambra pela primeira vez em abril desse ano, quando eu e o namorado decidimos¬†que era hora de passar um final de semana longe do estresse de S√£o Paulo. Apesar deu achar que, se tratando de uma est√Ęncia tur√≠stica, as pessoas n√£o s√£o assim t√£o receptivas (fomos bem recepcionados em apenas dois lugares: Top Centrum Hotel¬†e do Rancho da Cacha√ßa.¬†O atendimento dos demais locais visitados eram feitos com¬†muita m√° vontade), a nossa visita foi encantadora e voltamos para casa apaixonados pela cidade (e com o carro cheio de¬†flores). A paix√£o foi tanta que eu queria levar minha m√£e e minha sogra – ambas amantes das¬†plantinhas – para conhecer a tamb√©m chamada Cidade das Flores,¬†e n√£o pensei duas vezes para escolher quando ir√≠amos:¬†na Expoflora, dito maior evento de flores e plantas da Am√©rica Latina, que aconteceu entre os dias 26 de agosto √† 25 de setembro.

15178094_10211241769143047_6953180714611082017_n

Manda mais