BUENOS AIRES: SEÑOR TANGO E RÉVEILLON

Hoje o coração tá apertado de saudade por motivos de: no mês que vem já vai fazer 1 ano que vivi alguns dos melhores dias da minha vida. E passou tão rápido que eu não vi e, tampouco, consegui fazer um post sobre a viagem antes.
Não falarei sobre os 7 dias de viagem. Falarei apenas sobre as 2 experiências que mais me marcaram e que foram muito diferentes dos relatos encontrados na internet.

Señor Tango

Eu não fazia muita questão de assistir a um show de tango, até que li em algum lugar sobre o Señor Tango ter cavalos (<3) nas apresentações e decidir que, se fosse pra ver, teria que ser lá. De início, minha ideia não foi muito bem aceita porque a entrada no Señor Tango é bem salgadinha, mas um anjo conhecido como ~tio do namorado~ apareceu dias antes da viagem fazendo uma super propaganda do Señor Tango e <3 dito e feito <3 o namorado resolveu ir.

Senor tango 2Como nosso hotel ficava um pouco afastado do centro, o serviço de transfer oferecido pelo Señor Tango não cobria a região, então compramos o nosso pacote transfer de ida + entrada + jantar com o Carlos, do Tour BsAs (+54 9 11 3537-0418) e, na época, pagamos R$ 250,00 por pessoa – caro, mas ainda assim mais barato do que comprar direto com a casa, e não precisamos nos preocupar com nada: o Carlos fez nossa reserva numa mesa de cara pro palco.

senor tango
As mesas são compartilhadas e, de inicio, eu torci o nariz por ter que dividir a mesa com 10 pessoas desconhecidas mas, depois de conhecer todos, eu sai de lá deslumbrada e a experiência não teria sido a mesma sem os outros casais. Junto com nós, sentaram 2 casais de Joinville, 1 de Mato Grosso (eu acho), 1 do Líbano e 1 de El Salvador. Uma pena que não trocamos contatos.

Pro jantar, as opções eram carne, frango ou peixe + 1/2 garrafa de vinho, 2 copos de cerveja ou refrigerante e água. Escolhemos a carne e, segundo o namorado, foi a melhor que ele experimentou durante a viagem – eu não opino sobre porque foi o único lugar em que comi carne.
Os garçons são super atenciosos e o espetáculo é tão maravilhoso que conseguiu até me emocionar quando todos começaram a cantar “no llores por mi Argentina”.

Réveillon em Puerto Madero

Nos 6 meses antecedentes a viagem, eu virei aloka e não sabia fazer outra coisa que não fosse pesquisas sobre o que fazer em BsAs e, em todos os relatos que li, diziam que a virada do ano não era nada animada e táxi era impossível. Cheguei até a achar que tinha sido uma péssima ideia ter fechado um pacote pro final do ano e que passaria a virada trancada no hotel assistindo TV.
Procuramos onde ceiar na noite do dia 31, mas acreditem: alguns restaurantes chegavam a cobrar R$ 800,00 por pessoa no pacote mais(!) barato.  Apenas que: sem condições. Optamos, então, por almoçar bem, comprar algumas chandons e ir pra Puente de La Mujer esperar a queima de fogos – se é que teria queima de fogos.

Quando chegamos, a ponte ainda estava totalmente vazia, mas logo ficou tão lotada que eu, com todo meu pessimismo, já estava imaginando-a caindo, haha.

Ano NovoDeu meia noite e, a partir de então, tudo foi i n c r í v e l. A queima de fogos estava linda e o que tocava de música brasileira – e gente dançando/cantando -por lá não dá pra contar. Rolou Netinho, É o Tchan, Asa de Águia, Jammil e uma Noites e outras tantas músicas que eu dançava quando ainda era criança. Foi uma noite de nostalgia. <3

Voltamos pro hotel entre 2~3h e, de fato, conseguir um táxi é uma tarefa muito difícil. É muita gente pra pouco táxi, os taxistas cobram por viagem, não por corrida, e é um valor tão absurdo quanto os da ceia num restaurante. Decidimos, então, ir andando até um lugar em que não houvesse tanta competição por um táxi – ou até o hotel, se fosse o caso. Por sorte, depois de muito andar, encontramos um táxi deixando os passageiros em frente a um hotel e corremos para saber quanto ele nos cobraria pela viagem. Gente, <3 foi o taxista mais amor de todos os 7 dias <3, porque nos cobrou apenas o valor da corrida.

Assim se iniciou nosso 2015 e eu gostaria que se iniciassem todos os anos. Quem tiver a oportunidade de ir pra passar a virada do ano: VAI! Vai e, por favor, me leve junto!

 


Acompanhe o blog nas redes sociais
Facebook | Instagram | Pinterest | Blogloving | Snapchat: natalialemoos

Comentários

6 Comments

  1. Patty 08/12/15

    Quando fui na Argentina fui no Señor Tango também! Eu curti pacas mas acho que se voltasse a Bsas eu ia querer visitar outros tangos dessa vez, ouvi falar super bem tb do esquina carlos gardel HEHEHEHE

    Beijocas

    Responder
  2. Vanessa Bayer 20/11/15

    Deve ter sido um viagem realmente incrível e maravilhosa. Nunca sai do Brasil, morro de vontade, deve ser algo extremamente mágico. ♡ Amei que você contou a sua experiência! Beijoos linda ♡

    Responder
    • Natalia Lemos 20/11/15

      E foi! <3

      Beijo

      Responder
  3. caroline sena 20/11/15

    eu ia amar ver um tango de pertinho. Acho chic rsrs

    Responder
  4. Camila Kellen 19/11/15

    Adorei saber das suas experiências haha
    Que incrível <3 Já quero passar a virada do ano assim também
    http://www.camilakellen.com

    Responder
    • Natalia Lemos 19/11/15

      E eu quero passar outra virada assim ;-; hahah

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.